Últimas Novidades

Tendência no mercado imobiliário: sustentabilidade!

04 de Agosto de 2022
O investimento em imóveis sustentáveis vem ganhando força. A preocupação com o meio ambiente tem se tornado um tema cada vez mais relevante no mundo. Além disso, está comprovado que uma vida em um ambiente com sustentabilidade proporciona muito mais bem-estar. Nesta vertente, as características dos novos imóveis, especialmente os de alto padrão, harmonizam dois aspectos que até pouco tempo atrás eram opostos: luxo e sustentabilidade. Os consumidores têm sentido a necessidade de dar um novo significado para o conceito de lar, cada vez mais preocupados com o bem-estar e com o meio ambiente. O setor de construção civil percebeu essa necessidade e a sustentabilidade se tornou um novo pilar para o mercado imobiliário. A sustentabilidade é a nova tendência, conciliando imóveis altamente modernos, mas construídos levando-se em conta a preocupação com o meio ambiente. A pesquisa “Imóveis sustentáveis viram tendência”, publicada pela Brain Inteligência Estratégica em setembro de 2021, apontou que 80% dos entrevistados buscam um empreendimento para morar que priorize a relação com o meio ambiente. Para eles, é indispensável o imóvel ter áreas verdes no quintal ou no entorno. É nesse público que os novos empreendimentos estão apostando. As pessoas têm valorizado cada vez mais os espaços e possibilidades que suas moradias oferecem, dando a elas as mais variadas utilidades, desde ambientes para trabalho remoto, estudo, lazer e socialização. Os números reforçam a tendência: de acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras (Abrainc), o mercado imobiliário de luxo no Brasil registrou 32% de crescimento em 2021 e a expectativa é de 48% de alta no setor até 2023. Mais especificamente em Santa Catarina, a procura de imóveis de luxo teve um aumento de 30%, também em 2021, conforme dados do Secovi.   O novo luxo está diretamente ligado à exclusividade, ao conforto, à experiência, à sustentabilidade, à singularidade e ao valor agregado. Confira alguns aspectos que têm sido cada vez mais valorizados pelo público: 1. preferência por ambientes mais espaçosos e confortáveis, revertendo uma tendência do mercado imobiliário de oferecer imóveis cada vez menores; 2. exclusividade e personalização; 3. oferta de tecnologias que ofereçam praticidade e conexão com os avanços do mundo, como carregamento para carros elétricos; 4. imóveis funcionais, que ofereçam serviços e soluções para o dia a dia; 5. uso sustentável de recursos naturais; 6. contato direto com a natureza, uma vez que as chamadas “fachadas verdes” são itens de luxo sustentável dos empreendimentos atuais, que ajudam a tornar as construções menos agressivas ao meio ambiente e contribuem para descontaminar o ar das cidades, além de amenizar a radiação solar e trazer mais proximidade com a natureza.   Em resumo, o bem-estar passou a ser o verdadeiro luxo. As pessoas almejam ter o máximo de harmonia e conforto em todos os aspectos da sua vida. Tudo isso faz parte de uma busca por um tipo ideal de existência, de beleza, qualidade, elegância, e que traduz inspirações profundamente humanas. É tudo uma questão de ser feliz, equilibrando design, simplicidade e acolhimento. E você, já sentiu necessidade de dar um ressignificado para seu conceito de lar? Também está preocupado com o bem-estar e com o meio ambiente? Que tal novos ares para você e sua família? Nossa equipe está preparada para apresentar a você imóveis que sigam essa tendência, cada vez mais consolidada, de moradia sustentável!

Novos tempos e novas tendências

06 de Julho de 2022
O aprendizado da pandemia e o avanço das tecnologias ligadas aos ambientes domésticos estão provocando mudanças visuais e estruturais em muitos lares brasileiros. Em geral, as transformações são reflexos de novos hábitos e comportamentos das pessoas. Sem dúvida, o período de restrição à circulação social deixou um legado que, somado ao avanço tecnológico, influenciaram no surgimento de novas tendências no setor de arquitetura, construção e design de interiores. Os brasileiros deram mais valor às suas moradias e estão fazendo delas um ambiente multifuncional, unindo descanso, trabalho, estudo e lazer. O segmento de reformas e construções evoluiu muito nos últimos dois anos e continua com perspectivas de crescimento. Confira as principais tendências:   1- Divisórias de ambientes: Com a família mais tempo em casa, a individualidade acabou sendo prejudicada para muitos. A procura do termo "divisória de ambiente", mais que dobrou nas buscas do Google entre o início da pandemia e os dias atuais. Essas estruturas que oferecem praticidade na instalação podem ser vazadas e retráteis. E estão em alta pela capacidade de individualizar ambientes e por possibilitar a integração de cômodos. Nesse sentido, as divisórias de ambientes têm sido usadas em projetos de design de interiores para repartir o cômodo em dois ou mais ambientes.   2- Integração de ambientes sociais: Aproveitar cada metro quadrado do espaço doméstico nunca foi tão importante. Criar espaços multifuncionais interligados como sala de estar, varanda e cozinha, é uma solução que proporciona a sensação de amplitude à residência. Por necessidade real e cotidiana, a população tem olhado para o próprio imóvel com mais carinho e atenção. Consequentemente, essas transformações no espaço doméstico fizeram o setor de materiais de construção crescer 16% em 2021, na comparação com o ano anterior. Os dados são de um estudo feito pela Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção (Anamaco), em parceria com o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas.   3- Home offices: Uma parte dos trabalhadores do país "transportou" o escritório para casa em definitivo. O modelo de teletrabalho teve crescimento exponencial no mundo todo no período crítico da pandemia e se consolidou após a redução global da transmissão do vírus. Um levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) indica que 11% das pessoas empregadas no Brasil exerceram suas atividades remotamente entre maio e novembro de 2021. Outro dado importante do Ipea estima que 16,6% das atividades realizadas no país podem ser exercidas de forma remota. A criação de ambientes de trabalho ganha ainda mais sentido com a expansão do modelo híbrido, que possibilita o trabalho tanto em casa quanto no escritório.   4- Espaço de estudos: O ensino à distância já era uma realidade antes da pandemia, mas ampliou sua base estrutural para atender aos estudantes no período de restrição social. Mesmo com o maior número de vacinados e flexibilização no controle ao vírus, o ensino remoto segue em alta e a migração dos estudos em sala de aula para o lar teve consequência direta nas reformas domésticas.   E você, precisou fazer alguma reforma no seu lar após a pandemia? Independente da resposta, saiba que nossa equipe está aqui para ajudar você caso seu espaço não atenda mais às necessidades da sua família. Se a ideia for mudar, conte conosco para encontrar o imóvel perfeito!

Entre em Contato

Av. Paineiras, 675, Sala 01, Mata Atlântica II, Tijucas, SC
(48) 9 9967 5868 (48) 9 9907 9284 / (48) 9 9955 4143
paula@wktijucas.com.br

SIGA-NOS

© 2020 WK Imóveis - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ydeal Tecnologia
Top